31.6 C
Canelinha
quinta-feira, 12/12/2019
31.6 C
Canelinha
quinta-feira, 12/12/2019

Anvisa aprova regulamentação de produtos à base de cannabis

Mais Notícias

20 de dezembro é o prazo para pagamento do Refis com descontos de até 100% sem juros e multas

Se encerrar o ano sem dívidas em atraso com o município é uma das suas metas para 2019, é...

Realizada a XV Mostra de Dança em São João Batista

A XV Mostra de Dança de São João Batista aconteceu na noite desta quinta-feira(05-12), teve um grande número de...

Carro incendiado é localizado no interior de Nova Trento

A guarnição foi acionada por populares, por volta das 07h, informando de um veículo fusca abandonado a beira da...
Olho Vivo Canhttps://www.olhovivocan.com.br/
Um portal de Notícias, totalmente digitalizado traz as principais informações sobre O Vale do Rio Tijucas e região, com sua cede em Canelinha. Missão de articular as forças da comunidade, sendo voz, dos que não as tem, ligamos você ao nosso Estado de ponto a ponto.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (26-12) a liberação da venda em farmácias de produtos à base de cannabis no Brasil. A regulamentação foi aprovada por unanimidade e é temporária, com validade de três anos.

A resolução cria uma nova classe de produto sujeito à vigilância sanitária: o “produto à base de cannabis”. Ou seja, durante o período, os produtos ainda não serão classificados como medicamentos.

A delimitação de três anos foi sugerida pelo diretor Fernando Torres, sob a justificativa de que ainda não há comprovação da eficácia dos tratamentos a base dos produtos. “Não há qualquer evidência de baixo risco no uso desses produtos”, disse.

Nos três anos, a eficácia e a segurança dos produtos será testada e uma nova resolução deverá ser editada após o período. A norma entrará em vigor 90 dias após sua publicação.

A regulamentação impede que a cannabis seja manipulada em farmácias de manipulação. A comercialização ocorrerá apenas em farmácias e drogarias sem manipulação e mediante prescrição médica.

O regulamento exige que as empresas fabricantes tenham:

  • Certificado de Boas Práticas de Fabricação, emitido pela Anvisa;
  • autorização especial para seu funcionamento;
  • conhecimento da concentração dos principais canabinoides presentes na fórmula do produto;
  • documentação técnica da qualidade dos produtos;
  • condições operacionais para realizar análises de controle de qualidade dos produtos em território brasileiro.

O colegiado da Anvisa também analisa nesta terça uma segunda resolução, que trata dos requisitos para a liberar o cultivo da cannabis no Brasil exclusivamente para fins medicinais. fonte G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Carro incendiado é localizado no interior de Nova Trento

A guarnição foi acionada por populares, por volta das 07h, informando de um veículo fusca abandonado a beira da...

Colisão entre dois veículos em Itapema

Uma colisão entre dois veículos foi registrada nas primeiras horas desta manhã de quinta-feira(12-12) no cruzamento das Ruas 246 e 297, Bairro Meia Praia,...

Inicio de incêndio assusta ceramista em Tijucas

Na noite desta quarta-feira 11-12 por volta das 22hrs, na SC-410 Nova Descoberta Tijucas na cerâmica Souza, o ceramista teve um grande susto, um...

Bueiros pintados busca chamar atenção para descarte irregular

A iniciativa da FAACI (Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema) tenta chamar a atenção de turistas e nativos, para o descarte irregular de lixos em vias...

Conselheiras Tutelares eleitas e os suplentes recebem diploma em Canelinha

As cinco conselheiras tutelares que irão atuar em Canelinha e os suplentes receberam seus diplomas na tarde desta quarta-feira (11-12). O ato foi realizado...

Mais notícias como esta