22.6 C
Canelinha
quarta-feira, 11/12/2019
22.6 C
Canelinha
quarta-feira, 11/12/2019

Atenção! Ministério da Saúde: 135 mil convivem com HIV no país e não sabem

Mais Notícias

Jovens são flagrados em frente de casa por tráfico drogas

Nesta sexta-feira 06-12 dois jovens, já conhecidos no meio policial por tráfico de drogas, foram detidos, após serem abordados...

Acidente entre duas motos no interior de Canelinha deixa um homem ferido.

Um acidente entre duas motos na Rua Jantador, Bairro Moura em Canelinha, na manhã desta sexta-feira(06-12) por volta das...

Bueiros pintados busca chamar atenção para descarte irregular

A iniciativa da FAACI (Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema) tenta chamar a atenção de turistas e nativos, para o descarte...
Olho Vivo Canhttps://www.olhovivocan.com.br/
Um portal de Notícias, totalmente digitalizado traz as principais informações sobre O Vale do Rio Tijucas e região, com sua cede em Canelinha. Missão de articular as forças da comunidade, sendo voz, dos que não as tem, ligamos você ao nosso Estado de ponto a ponto.

Às vésperas do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado no domingo 01-12 o Ministério da Saúde fez um alerta: 135 mil pessoas no Brasil convivem com o vírus HIV e não sabem.

Na avaliação do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, houve ganhos importantes nos últimos anos, mas ainda há uma série de desafios. ”Temos uma epidemia estabilizada em torno de 900 mil pessoas com casos de Aids, e podemos observar uma epidemia, principalmente em homens jovens, na faixa etária de 25 a 39 anos. É com essa população que precisamos trabalhar prioritariamente”, disse.

Quer receber notícias do WhastsApp? Clique aqui

De acordo com os dados apresentados nesta sexta-feira (29), das 900 mil pessoas com HIV, 766 mil foram diagnosticadas, 594 mil fazem tratamento com antirretroviral e 554 mil não transmitem o HIV.

O balanço aponta ainda que o número de contaminados continua subindo no país: há um ano, eram 866 mil pessoas. Somente no ano passado, foram notificados 43,9 mil novos casos.

Ao ressaltar que o Brasil oferece acesso universal ao tratamento, não só de Aids, mas também HIV, o ministro da Saúde comemorou a redução nos casos e, também, na mortandade causada pela doença. Foram evitados quase 12 mil registros de Aids entre 2014 e 2018, e houve queda de mortalidade em 22,8% no período de cinco anos.

“Encerrando o ano de 2019, veremos uma diferença ainda maior. Não podemos ter casos de morte com aids”, disse.

Campanha

A nova campanha do Ministério é direcionada à população jovem, onde a contaminação está crescendo. O foco é reforçar a importância da prevenção, testagem e tratamento: “Se a dúvida acaba, a vida continua. Precisamos incentivar o diagnóstico precoce para salvar vidas. O maior problema ainda é o medo. É importante esse incentivo para fazer o teste. Temos que atingir metas internacionais, como algumas cidades já estão fazendo. E o Brasil, da forma como está indo, ainda precisa testar 90% da população”, disse o diretor do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids, Gerson Pereira.

Até o fim do ano, o governo estima que serão distribuídos 462 milhões de preservativos, que segundo o Ministério é a forma mais eficaz de prevenção. HIV e Aids têm diferença. A primeira situação é quando a pessoa é portadora do vírus. Na segunda, o infectado já desenvolveu a doença.

Transmissão vertical

Mandetta também comemorou a informação de que o município de São Paulo receberá certificação pela erradicação vertical do HIV, quando o vírus é transmitido durante a gestação, parto e amamentação. No Paraná, as cidades de Curitiba e Umuarama foram as primeiras a serem certificadas em 2017 e 2019, respectivamente.

Por Karine Melo – Repórter da Agência Brasil  Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Inicio de incêndio assusta ceramista em Tijucas

Na noite desta quarta-feira 11-12 por volta das 22hrs, na SC-410 Nova Descoberta Tijucas na cerâmica Souza, o ceramista...

Bueiros pintados busca chamar atenção para descarte irregular

A iniciativa da FAACI (Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema) tenta chamar a atenção de turistas e nativos, para o descarte irregular de lixos em vias...

Conselheiras Tutelares eleitas e os suplentes recebem diploma em Canelinha

As cinco conselheiras tutelares que irão atuar em Canelinha e os suplentes receberam seus diplomas na tarde desta quarta-feira (11-12). O ato foi realizado...

20 de dezembro é o prazo para pagamento do Refis com descontos de até 100% sem juros e multas

Se encerrar o ano sem dívidas em atraso com o município é uma das suas metas para 2019, é hora de aproveitar o Refis...

Comissão aprova na Alesc projeto que proíbe pedágios ambientais em Santa Catarina

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprovou, nesta terça-feira (10), o voto do relator, deputado João...

Mais notícias como esta